No passado dia 1 de julho, 146 militares da Marinha Portuguesa partiram para a Lituânia, onde irão permanecer nos próximos 3 meses no âmbito das medidas de tranquilização da NATO na região do Mar Báltico.

A Força é constituída por 140 Fuzileiros e 6 mergulhadores, que irão treinar com a Marinha lituana e com o Dragoon Battalion do Exército daquele país, em operações anfíbias e terrestres.

O Chefe de Estado Maior das Forças Armadas, Almirante António Silva Ribeiro, considera que esta participação nacional, que tem como objetivo contribuir para o esforço coletivo da NATO, demonstra a “forte solidariedade de Portugal para com todos os membros da Aliança Atlântica”. O Chefe de Estado Maior da Armada, Almirante António Mendes Calado, identificou esta participação nacional como algo que “contribui para afirmar Portugal como país coprodutor de segurança e de paz”.

Assista à partida desta Força em: https://www.youtube.com/watch?v=rGnm63bCwds

capturar1

capturar2

 

  • Partilhe