Delegação Portuguesa junto da Organização do Tratado do Atlântico Norte

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Equipa da Universidade de Aveiro vence concurso da NATO

No atual contexto de globalização, atores insurgentes servem-se das redes sociais enquanto ferramenta de disseminação de mensagens extremistas e desinformação, facto que representa um risco para a segurança das sociedades e da Aliança Atlântica.

De modo a encontrar soluções que contrariem o uso malicioso das redes sociais, o Centro de Excelência de Comunicação Estratégicas da NATO promoveu um concurso, dirigido à camada jovem, subordinado ao tema “Como detetar o uso malicioso de conteúdo vídeo e fotográfico online?”.

No dia 10 de dezembro, no referido Centro, em Riga, o prémio foi atribuído à Universidade de Aveiro (UA). A Delegação de Portugal junto da NATO congratula a equipa vencedora, constituída por um grupo de jovens portugueses que desenvolveu um sistema informático de análise do conteúdo gráfico, que permite identificar se o conteúdo é original ou manipulado e se tem relação a grupos extremistas. O sistema tem a capacidade de cruzamento de dados, de modo a detetar mensagens nas redes sociais que se relacionem com o conteúdo gráfico malicioso.

No início do próximo ano o Centro de Excelência irá publicar um relatório sobre a competição, no qual constarão detalhes sobre os vários projetos a concurso.

 

joua i 8224 full

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail